sábado, 4 de julho de 2009

A DOR DA SAUDADE....


DEIXA-ME SENTAR NO CHÃO CONTIGO, TE OLHAR POR MUITO TEMPO, SUBLIMAR-ME EM TEUS OLHOS, FAZER PARTE DE TI!
CONTIGO CORRER COM OS PÉS DECALÇOS...
SENTIR O CORPO DAS PEDRAS...
À CARÍCIA DO CAPIM...
O FRIO DO CIMENTO ESCORRENDO POR ENTRE OS DEDOS DOS PÉS...
VIVER OS DESEJOS DOS MENINOS, SUBIR NAQUELE MURO, BRINCAR DE ESCONDE-ESCONDE....
VOCÊ PODE ME PROCURAR; MAS;
MAS NÃO VALE ABRIR OS OLHOS, SO QUANDO EU GRITAR “TE QUERO MUITO.....”
SE VOCÊ ME PROCURAR COM CALMA; ANDANDO DE VAGARINHO, COM O CORAÇÃO AOS PULINHOS...
DESVIANDO-SE DOS PRECONCEITOS; JOGANDO FORA OS RECEIOS...MEDOS...DUVIDAS...
COM CERTEZA ME ACHARÁS POR TRÁS DA ILUSÃO, DO DESEJO ESCONDIDO NAS ESRELAS, QUE PISCAM NA CUMPLICIDADE DA NOSSA HISTÓRIA DE MENINOS........
SE ME ENCONTRARES EM UM DESSES LUGARES NÃO VALE GRITAR PARA OS OUTROS.
TENS QUE CHEGAR DE MANCINHO: E ME ABRAÇAR COM CARINHO E DESEJOS....( UMA DOR GUARDADA, UMA DOR QUE DOI E QUE ME CONFORTA PELA DISTÂNCIA....MEU AMIGO!!?)

Um comentário:

Brigit & Celene Garco disse...

lindo poema bjs e namastê